Viajando durante o Ramadan

Carioca Travelando checking in

Ei viajantes! Como é bom poder escrever pra vocês direto de um trem cruzando um dos maiores desertos do mundo. Como assim dentro de um trem? Fizemos um bate e volta à Riade, para tratar de alguns assuntos burocráticos com a Embaixada de Portugal. Para os que ainda não sabem, a Carioca que vos fala, também é Portuguesa com certeza. E o post de hoje é sobre esse dia cheio de aventuras e perrengues na capital da Arábia Saudita.

Riade

Nosso “trenzinho” pronto para nos levar à Riade

Foi a nossa primeira vez usando o sistema de trens por aqui e vou confessar que so far, so good. Uma viagem de Damman até Riade dura mais de 4 horas de trem, e existem diferentes classes para você escolher. Como viajamos com os nossos pequeninos, compramos os nossos tickets online na primeira classe (chique bein). A diferença da primeira classe para as outras, é que essa tem um pouco mais de conforto (os assentos são maiores, todos com acesso a uma mesinha), os banheiros são limpinhos e modernos e há um lounge para os comes e bebes.

Riade

Vos apresento a estação de trem de Damman :)

A viagem começou religiosamente no horário marcado no ticket (uma surpresa), o trem saia as 5:20 da manhã (tínhamos que chegar 1 hora antes – então calcula, acordamos com as galinhas, lá pelas 3 da manhã). E a pontualidade foi mantida tanto na ida quanto na volta. Na ida deixamos o carro no estacionamento da estação de trem de Damman. Da última vez que fomos à Riade, conhecemos por acaso um motorista paquistanês muito atencioso que fala um pouco de inglês, e dessa vez fizemos contato com ele para que nos acompanhasse durante esse dia na capital da Arábia Saudita.

Riade

Tá na hora de embarcar

Até ai tudo bem. Tudo tranquilo, né? Mais ou menos. Um pequeno grande detalhe: estávamos no período do Ramadan. E durante esse período não pode beber e comer em público do nascer ao pôr do sol. Nada, nadinha. Se você quer saber mais detalhes, eu conto tudo sobre o Ramadan nesse outro post. Então, já sabendo da restrição, saí de casa carregada: frutas, biscoitos, sanduichinhos, suquinhos, achocolatados para as crianças… A minha bolsa era praticamente uma loja de conveniência, e adivinha? Bem conveniente. ;)

E durante as mais de 4 horas de trem, claro que deu fome. Mas não podia comer. Aliás, as crianças podem comer sem problemas em público durante o período sagrado. Mas e eu? Quem me conhece sabe que eu com fome viro bicho (sério mesmo – mama gotta eat!). Mesmo indo na primeira classe na ida e na volta, o trem da ida (que era mais antigo), não tinha um lounge bonitinho onde era permitido comer e beber. Pois então, adivinha onde que a Carioca Travelando teve que comer? Pois é… dentro do banheiro. Eu parecia uma criminosa, fazendo algo errado, quietinha, comendo no ladies room. Aff, que cena, viu? Quatro mordidinhas no sanduíche e era hora de voltar para o assento. A fome era grande, mas comer escondida no banheiro foi algo novo, e não tão confortável pra mim, como vocês devem imaginar.

Riade

Esse funcionário vendendo lanches só passou na nossa viagem de volta.  Já anoitecia e comer estava liberado para todos.

Chegamos em Riade, encontramos o motorista, partimos para a Embaixada. Lá na Embaixada, pude dar o lanchinho aos meninos com calma e dar uma beliscadinha também. Ah, e beber água, né? Porque durante o Ramadan também não pode beber água em público. É jejum total gente, do nascer ao pôr do sol, por aproximadamente 30 dias. E lembrando que estamos no verão por aqui, onde as temperaturas já chegaram até os 49C.

Terminado o que precisávamos fazer na Embaixada era hora de pegar o trem de volta pra casa. Mas adivinha o que precisávamos fazer primeiro? Já passava do horário do almoço e todos nós estávamos mortos de fome – meus meninos são um reloginho. Mas não tinha absolutamente nenhum restaurante aberto em Riade. Aqui um parênteses: em lugares turísticos onde a população de expatriados é maioria, como Dubai por exemplo, mesmo durante o Ramadan há um leque de opções de restaurantes abertos. Inclusive esse ano em Dubai, a praça de alimentação dos malls, que sempre ficou aberta somente para take away durante o Ramadan, funcionou normalmente, e as pessoas podiam comer lá – a praça de alimentação fica “protegida com um tapume preto” em respeito aos muçulmanos que estão jejuando.

Mas voltando ao assunto, estávamos com muita fome e fomos ao Carrefour comprar comida – sugestão do nosso motorista, era a única opção naquele momento. Compramos pizzas e sanduíches (comemos tudo gelado, fazer o que?). O motorista, que também estava jejuando, mas não se importou que a gente fizesse uma boquinha no carro dele, colocou uns panfletos de supermercado nas janelas do carro a fim de tapar a visão das pessoas de fora – afinal nós estávamos lá dentro do carro comendo. E a coisa é seria pessoal: durante o Ramadan, não pode comer em público mesmo. Pode dar multa e até cadeia para quem não respeitar a lei.

Riade

Pizzas frias? Atacar! Reparem os panfletos na janela do carro

Bom, depois dessa aventura de andar de trem na Arábia Saudita pela primeira vez, e de comer escondida dentro do banheiro e dentro do carro forrado de panfleto de supermercado, encerro esse post diretamente do trem, voltando pra casa. Meus 3 meninos apagados de sono e eu aqui (adivinha?), com muita fome, sonhando com um bom P.F, revivendo e registrando pra vocês as lembranças desse dia cheio de história pra contar.

Não deixem de acompanhar o Carioca Travelando nas redes sociais – SnapChat (cariocatravel), InstagramFacebook e Twitter. Em tempo: o nosso mural lá no Pinterest tá ficando uma gracinha – segue o nosso perfil lá também!

Carioca Travelando checking out… até mais ;)

By Carla F.

Fotos by Vidal Ferreira Photography

Comments

  1. Jessica says

    Muito interessante adoro quando compartilha suas experiências, é como se estivesse lendo um livro de aventuras;

  2. says

    Ano passado passei um sufoquinho parecido!! comprei no Carrefour e lanchei no banheiro pra não desmaiar de fome.. a poia aqui esqueceu que não podia comer na rua! hahahaha

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge