A oportunidade dos sonhos fica na Arábia Saudita, e agora?

Carioca Travelando checking in…

Eu estou impressionada com a quantidade de mensagens que venho recebendo de Brasileiras indo viver na Arábia Saudita nesses últimos meses. É muita gente chegando. Vou confessar que é raro ver mulheres que vem na cara e na coragem morar por essa região sozinhas, digo, sem a família. É raro mas não é impossível, e eu mesmo conheço algumas desbravadoras – minha admiração à vocês meninas.

Nossos meninos descobrindo Madain Saleh, patrimônio histórico pela UNESCO, na Arábia Saudita.

Nossos meninos descobrindo Madain Saleh, patrimônio histórico pela UNESCO, na Arábia Saudita.

Então, como diz uma querida amiga – “espia o cenário”: seu marido que é engenheiro, professor, esportista, geólogo, ou em qualquer outra área especializada, recebeu uma oferta para trabalhar na Arábia Saudita – o que fazer? Não é novidade que o país está no momento trazendo muitos expatriados para seus megaprojetos nas mais diversas frontes: petróleo, medicina, construção civil, educação e etc…, e há muitas oportunidades para profissionais qualificados por aqui. A oferta de trabalho é ótima, e vocês estão tentadíssimos a aceitar. Mas e você, mulher-profissional-esposa, vai fazer o que aqui?

E é por receber diversas mensagens com a história acima, que no texto de hoje eu abordo algumas opções para você, mulher, que acompanhará sua família, e o que pode fazer morando na, por vezes inóspita, Arábia Saudita. Então vamos as opções:

#1 – Aproveitar seus filhos.

Cá entre nós que somos mães, sabemos que “ser mãe” por si só, já é uma profissão árdua – diga-se de passagem com carga horária puxadíssima e sem pagamento de horas extras. Portanto se você tem filhos, e deseja dedicar o seu tempo aproveitando e cuidando deles, seja muito bem vinda, pois a Arábia Saudita é um lugar perfeito para tal.

Essa foto tiramos logo que chegamos em Saudi. Uma delícia poder aproveitar meus pequeninos...

Essa foto tiramos logo que chegamos em Saudi. Uma delícia poder aproveitar meus pequeninos…

Se você optar pela vida “do lar”, vai poder estar presente em todos os momentos dos pimpolhos: arrumar para ir para a escola, atividades extra curriculares, deveres de casa, festinhas dos amigos, reuniões de pais na escola… aqueles momentos que quem é filho ama ter a mamãe por perto (ainda me lembro da Dona Regina de uniforme de trabalho na reunião da escola – sua linda), e quem é mamãe adora também. Eu costumo dizer que os meus filhos nunca mais terão cinco anos de idade. É na verdade um luxo e uma grande benção poder estar presente em cada momento ao lado deles. Então meninas que estão indo morar no Reino Saudita: aproveite esse privilégio com seus pimpolhos.

#2 – Mente sana, corpo sano – correto?

Mais uma vez a Arábia Saudita é um lugar ótimo para isso. Com todo esse tempo livre nas mãos agora, você poderá fazer diversas coisas, como por exemplo: abraçar de vez a yoga, entrar em forma com spinning e zumba… aperfeiçoar seu inglês (ou quem sabe um outro idioma?), aprender piano, corte e costura, bordado e por aí vai.

Muito rebolado em Saudi: 2 horas de Zumba sem parar!

Muito rebolado nas Arábias: 2 horas de Zumba sem parar

A maioria dos condomínios, chamados de compounds, para os expatriados oferecem diversas atividades para as esposas. Sem contar a atual infinidade de cursos online: aí o leque de opções é imenso, né? Aproveite para estudar aquilo que sempre teve vontade mas nunca teve tempo – já está mentalmente fazendo sua lista, né? Quem sabe é hora de buscar aquele mestrado que você sempre quis fazer. Morando nas Arábias, é a hora perfeita para pôr em prática seus hobbies, esportes, aprender o que sempre teve vontade utilizando de todo esse tempo de sobra.

#3 – Voluntariado

Você também pode utilizar o seu tempo livre para fazer a diferença na vida de outras pessoas nas mais diversas áreas. Aqui seguem alguns exemplos:

  • Organizar encontros beneficentes no seu compound (condomínio para expatriados), para arrecadar fundos/donativos para instituições de caridade, dentro e fora da Arábia Saudita;
  • Participando na organização das mais diferentes atividades da escola dos seus filhos (como por exemplo, ajudar a organizar as festinhas, auxiliar nos encontros, saídas e etc. As escolas internacionais da região não só incentivam que as mães sejam voluntárias como pede a participação ativa dos pais nas atividades da escola;
  • Pode se voluntariar a ensinar algo que já domine para crianças e adultos no seu condomínio – como por exemplo aulas de idiomas, artesanato, esportes, culinária…

Enfim, quando o assunto é ajudar as possibilidades são infinitas. 

Furação nas Filipinas: nosso carro cheio de doações. A comunidade de expatriados é muito unida. Gratidão!

Furação nas Filipinas em 2013: nosso carro cheio de doações. A comunidade de expatriados é muito unida. Gratidão!

#3 – Não vai ter jeito, quer continuar trabalhando?

Boas notícias, trabalhar nas Arábias também é possível – ao contrário do que se lê nos blogs desinformados na internet. Para isso, o primeiro de tudo é se perguntar: eu domino o idioma inglês? Se SIM for a sua resposta, você já tem meio caminho andado. Caso contrário, matricule-se já em um curso de inglês em Saudi – foque no inglês primordialmente. Muitos pensam que as mulheres não podem trabalhar na Arábia Saudita – o que é um grande engano. As mulheres trabalham sim, e não somente as Árabes mas também as expatriadas. Desde professoras, médicas que estão sempre em alta demanda, a engenheiras, professoras, cozinheiras, cabelereiras, manicures, vendedoras e por aí vai. Dependendo da sua profissão, talvez seja preciso uma especialização apropriada – melhor checar as especificações do país ao chegar. Por exemplo, se você for médica, é preciso verificar se a sua certificação é valida por aqui. Caso não seja, vale a pena buscar os requerimentos para validá-la, e tudo indo bem – vai com tudo e me deixe orgulhosa sendo mais uma guerreira brazuca nas Arábias.

Deus ajuda quem cedo madruga: Saudita caminhando rumo a mais um dia de trabalho

Deus ajuda quem cedo madruga: Saudita rumo a mais um dia de trabalho

Aqui te deixo meu exemplo: sou Administradora, pós-graduada em Gerenciamento de Projetos e sempre trabalhei com Global Mobility e Business Development. Cheguei à Arábia Saudita e apliquei para uma vaga nessa área. Quando eu disse que trabalhar era possível, não disse que era fácil. O visto de trabalho para uma expatriada, dependendo da área de atuação, pode ser um longo e burocrático processo. Como o processo demorou, aproveitei esse tempo para cuidar dos meus pequenos, cuidar de mim, fazer cursos que sempre quis, ler livros em minha longa e empoeirada lista. Enfim, tocar projetos pendentes a tempos por falta de oportunidade. Um deles, o Carioca Travelando e a Beelicious igualmente, uma pequena empresa de Brigadeiros Gourmet, além de me dedicar a yoga, spinning… Resumindo: contando as atividades pessoais, de mãe, esposa, amiga, escritora, quituteira e etc., eu estou sempre mega atarefada (e feliz), por aqui.

Um dos muitos eventos que participei na Arábia Saudita vendendo os deliciosos (e brasileiríssimos) Brigadeiros Gourmets.

Um dos muitos eventos que participo na Arábia Saudita vendendo os deliciosos (e brasileiríssimos) Brigadeiros Gourmets.

Sempre recomendo as leitoras que vem morar na Arábia Saudita (sozinhas ou acompanhando a família), para estudarem muito bem o pacote oferecido pelo empregador, como por exemplo os benefícios. Se oferecem moradia, se é acomodação ou cash, se tem escola, como ficam as férias, tickets aéreos anuais, plano de saúde e etc (tem muita pegadinha nessas negociações). Sendo uma boa oferta, com uma empresa conceituada e a família aceitando o desafio – meninas, fiquem tranquilas pois quem manda é a nossa cabeça. Já vi muitas mulheres com pouco ou nada para retornar em suas origens, mas infelizes nos Estados Unidos e também nos Emirados Árabes – ambos lugares onde se usufruem de mais liberdade comparados à conservadora e restrita Arábia Saudita, por exemplo. Logo, cheguei a conclusão que essas pessoas não seriam felizes em lugar nenhum, são aquelas pessoas com a nuvenzinha negra na cabeça, sabe? Hoje, depois todos esses anos vivendo fora do Brasil, atualmente no país número #5 aprendi que a felicidade está dentro da gente, e não nos outros, nas coisas que possuímos ou num determinado lugar.

O grupo das Brasileiras em Saudi é super unido e está sempre se reunindo para cafés, festinhas, almoços, inclusive encontros tipicamente abrasileirados, como festa junina e natal – com direto até a Papai Noel.

O grupo é gigante, aí só tem uma amostra das Brasileiras (Sobrenome Guerreiras), em Saudi

O grupo é gigante – aqui só tem uma amostrinha das Brasileiras (Sobrenome Guerreiras), em Saudi

Para concluir, deixo aqui as minhas muito boas vindas para todas as guerreiras que apesar de seus receios e inseguranças vem morar em Saudi (com ou sem família), em busca de uma vida melhor. No mais, estou por aqui, e no que puder ajudar, explorem a Carioca Travelando. Aqui mesmo tem vários posts com muita informação e dicas sobre a região, e é claro podem contar comigo, no que puder ajudar, eis me aqui para facilitar a sua vida ;). “Abuse e use C&A”.

Agora deixa eu correr para a minha dose de paz matinal – a aula de yoga… senão me atraso na minha caminhada de três minutos até à aula. Tão bom não ter que me preocupar com o trânsito…. “Because I’m happy clap along if you feel…” 

Nas montanhas dançantes de Al Ragassat, próximo à Medina, na Arábia Saudita

Nas montanhas dançantes de Al Ragassat, próximo à Medina, na Arábia Saudita

Carioca Travelando checking out… ;)

By Carla F.

Fotos by Carla F. & Vidal Ferreira Photography

Comments

  1. josefa says

    Adorei o conteúdo do site… bem interativo sem aquelas mesmices, obrigado… mantenha esse site sempre assim….

  2. Aline says

    Ótimo artigo gostei Muito da parte que você fala da Arábia saudita sempre achei que emprego lá não é fácil

  3. Paulo says

    Excelente artigo! não conhecia esse lado da Arabia Saudita…infelizmente a imprensa e a mídia televisiva criou uma imagem muito negativa desse país

  4. Olga Lima says

    Nossa , meus parabéns pelo post .. Nunca pensei em ir morar na arabia saudita .. Agora depois desse post fiquei até curiosa de conhecer o pais . Mais ainda fico com um pouquinho de medo ! ahahaha sou bem medrosa . rs

  5. Rosana says

    Show de bola mesmo, amei essas fotos são lindas!
    Acompanho todo o conteúdo do seu blog já faz um bom tempo, adoro ler todos os artigos que você insere nele. Parabéns pela dedicação que você tem e por compartilhar para todo o mundo. Estarei sempre de olho aqui em <3

  6. Jeferson says

    Que Show, outra cultura, adoro povos e costume diferentes, amei sua postagem, muito legal, Sucesso!

  7. Regina da Silva says

    Olá!

    Adorei o conteúdo e dicas. Recebi uma proposta de trabalho para a Arábia Saudita e ficou de pensar sobre a possibilidade. Seu texto me ajudou com algumas dúvidas.

    Muito obrigado!

  8. Sergio says

    Olha…confesso que já li artigos bons sobre viagem, mas o seu me surpreendeu! Obrigado por essas informações.

  9. Almir says

    Fiquei impressionado com os beneficio que você trás nesse artigo sobre trabalhar na Arabia Saudita, Nunca imaginei que por esse pais seria tao procurado por trabalho pelos Brasileiros como eu gostaria de começar do zero sabendo que em poucos anos eu poderia mudar o rumo da minha vida e me ver livre desse trabalho escravo aqui no Brasil, é tando imposto a ser pago e tanto impunidade nas leis que já perdi a esperança de melhoria.

    Meus parabéns pelo seu conteúdo!!

  10. Brian Cardoso says

    Arábia Saudita! Taí um lugar que ainda não visitei… Agora vendo este post fiquei muito afim de ir… Lindas fotos, lindo lugar…

    Quem sabe não combinamos de viajar juntos… você já conhece os melhores lugares :D

  11. Isabela says

    Concordo com a Luiza; “ser infeliz em questão “liberdade” nos Estados Unidos é algo a se pensar, pois se não consegue ser feliz em um país de primeiro mundo, onde a maioria das áreas de nossas vidas podem “correr bem”, realmente será difícil encontrar a felicidade em algum outro lugar.”

    Também Adorei o artigo! Beijos!

  12. Douglas Tybel says

    Carioca Travelando, Obrigado por essa postagem!. Tinhas muitas dúvidas sobre como seria viver na Arábia Saudita, sempre imaginei que seria um lugar maravilhoso… mas agora com sua postagem confirmei isso e até estou com planos, quem sabe… rs. Enfim foi muito valiosa esse post, mais uma vez agradeço.

  13. Suellen Rhoades says

    Carla, boa tarde.

    Meu nome é Suellen e meu marido acabou de receber uma proposta para ir para a Arábia Saudita, especificamente, para trabalhar em Riade.
    Estou em pânico!!!! Não falo inglês (espanhol, ok!) e nunca me imaginei morando fora do Brasil. Além disso, estou no 5º mês de gestação de uma menina e só leio coisas que me enchem de medo e angústias na internet (exceto seu blog).
    Gostaria muito de ter mais informações, sobre como é a vida de uma brasileirA na Arábia, como é a cultura, o acesso a internet e a saneamento básico, saúde, mercado, por exemplo….

    Me ajude!

    Beijos!

    • says

      Oi Suellen, primeiramente parabéns pela sua gravidez. Uma princesinha vem aí! E em segundo lugar, parabéns pela oportunidade de trabalho do seu esposo! São muitas mudanças acontecendo na sua vida nesse momento, né? Coisa boa :) Eu já passei por tudo isso e o pânico é completamente normal, mas quando a gente começa a conhecer mais sobre o novo país e sobre a nova vida, tudo fica mais fácil. Me envie um email para cariocatravelando@gmail.com e conversamos melhor. Um beijo grande :)

  14. Luiza Triffoni says

    Realmente, ser infeliz em questão “liberdade” nos Estados Unidos é algo a se pensar, pois se não consegue ser feliz em um país de primeiro mundo, onde a maioria das áreas de nossas vidas podem “correr bem”, realmente será difícil encontrar a felicidade em algum outro lugar.

    Adorei o artigo!

  15. Gerson says

    Infelizmente as pessoas tem muito preconceito, eu gosto muito de viajar por aquela região, mas ainda não tive a oportunidade de ir na Arábia Saudita, mas já passei pelo Egito, Turquia e Líbano.

  16. Carol Sanches says

    Ola!

    Excelente artigo, um dos melhores que já vi sobre viagens!. Eu estou procurando diversificar os locais que desejo conhecer e seu artigo ajudou bastante.

    Valeu por compartilhar e um beijo!

  17. Katia Guedes says

    Você nos mostrou um lugar que poucas pessoas tem interesse em conhecer, mas admito que esse lugar é fantástico.
    Esse post abriu a mente de muitas pessoas com relação as próximas viagens.
    Muito obrigada em compartilhar conosco.
    Beijos

  18. Alex says

    Nossa, eu nunca tinha parado para pensar em outro lugar além dos EUA e Europa. Pelo visto parece valer MUITO a pena! Estou pensando em lugares para visitar e se possível morar. Obrigado pelo maravilhoso post!

  19. says

    Realmente existe muito preconceito quando se fala do nome “Arábia Saudita”.
    Acho que a mídia de massas bate tão forte na tecla do terrorismo de uma maneira tão genérica, que as pessoas só conseguem pensar em guerra quando se envolve árabes.
    E veja só esse post incrível provando que lá é um lugar incrível e um ótimo destino a ser visitado.
    Parabéns, muito bom mesmo!

  20. Mariana says

    Oi, tudo bem?
    Encontrei seu blog por acaso e queria bater um papo com você sobre a vida na Arábia Saudita. Minha empresa quer me mandar para um projeto no país por alguns meses e eu tenho alguns receios.
    Apesar de achar que isso aconteceria com qualquer país para o qual me enviassem, acho que o nome “Arábia Saudita” mete medo.
    Beijos

    • says

      Oi Mariana, fica tranquila, você não é a única a se sentir assim. :) Realmente “Arábia Saudita”, é um país digamos “bem diferente”, e costuma mesmo a causar essa reação em quem não o conhece. Pode enviar um email para cariocatravelando@gmail.com, que ajudo no que puder. Tem vários posts por aqui com detalhes da vida no país, dá uma olhada quando puder. Creio que possam esclarecer muitas das suas dúvidas também. Beijo grande :)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge