Como planejar bem a sua viagem – Parte 1

Como planejar bem a sua viagem – Meu Workflow – Parte 1
Muita gente me pergunta como eu faço para programar as minhas viagens, e toda a logística de uma família inteira incluindo duas crianças pequenas. Aqui vão as perguntas mais comuns dos meus leitores:
  • Onde você reserva as suas passagens aéreas?
  • E a busca por hotéis?
  • Como faz toda a logística de transporte, ingressos para shows, museus, passeios e etc.?
Hoje vou explicar que apesar de todo o trabalhão, é possível sim organizar bem uma viagem para toda a família com um “workflow” claro e simples.

“Central de Comando” do Carioca Travelando: Planejando a próxima viagem :)
Como aqui em casa somos uma gangue de quatro, precisamos sempre encontrar boas ofertas em todos quesitos da nossa viagem. Sempre me planejo com meses de antecedência, afinal fica a dica: quanto antes você se programar, mais opções você terá a sua disposição, e assim conseguirá as melhores ofertas. O ideal é fazer um planejamento anual, sempre que possível: quantos dias você terá disponível para viajar durante o ano inteiro, férias, feriados prolongados e assim organizar as viagens que deseja fazer.

Planejamento de Viagem = Porquinho Feliz :)
Uma vez que saiba as datas que terá disponível para viajar, você já terá condições de projetar alguns possíveis destinos, dependendo da duração. Por exemplo: Dá para negociar e dividir as férias em duas partes; emendar um dia de férias no fim de semana prolongado?
A segunda pergunta que me faço, quando já tenho filtrados os possíveis destinos:
  • Como estará a temperatura nesse destino durante o específico período?
  • Nesse mês será alta ou baixa temporada? Algum evento/celebração importante à considerar?
  • Como está a segurança dessa região / situação socio-política desse país?
  • É uma viagem que possa ser feita com crianças pequenas? 
  • O local é “kids-friendly” – Existem hotéis e meios de transporte com estrutura para os pequeninos?
Respondidas essas perguntas, continuo me questionando:
  • O que eu gostaria de ver/fazer por lá?
  • Consigo fazer tudo no mesmo lugar/cidade, ou precisarei me deslocar?
  • Se for preciso me deslocar, quais são as melhores opções de transporte com relação ao tempo que tenho disponível e custo-benefício? 
Após responder todas essas perguntas e não restar mais dúvidas sobre o destino escolhido, o que fazer/ver, datas, temperatura, com ou sem as crianças – sigo para a pesquisa das passagens áreas (caso seja necessário), ou começo a planejar a logística: mapa para a viagem de carro, as paradas, colocar as coordenadas no GPS e até o playlist da viagem, ou passagens de ônibus/trem.
Aéreos
Para as passagens áreas, faço muitas pesquisas em vários sites, tais como:
Dubai-Londres no A380: Primeira classe com direto a lounge (benditas milhas!)
Eu procuro bastante, vou e volto várias vezes e dou um intervalo na busca – às vezes de horas ou dias (por isso é importante planejar tudo com bastante antecedência). Muitas vezes as diferenças de preço podem ser enormes. E para você ter certeza de que está fechando um bom negócio, é preciso pesquisar muito e com tempo: companhias áreas, rotas (se tem conexão ou não, se vale a pena pegar um vôo que tenha muitas conexões mas com um preço melhor, por exemplo).
Se o layover(parada para conexão), é suficiente para uma escapadinha rápida para dar uma voltinha, ao invés de ficar “presa” no aeroporto por horas.
Eu sempre escolho aéreo primeiro que o restante da viagem, em geral as opções de companhias aéreas é infinitamente menor do que as de hotéis – logo o risco é menor. Fica a dica: aéreo primeiro, e o resto do itinerário alinhado com o vôo. 
Dever de casa feito: ticket escolhido com o melhor custo x benefício.
Reservando o Hotel
Para a reserva dos hotéis, uso em 99.9% das minhas viagens o site Booking.com – olha o link aqui do ladinho direto do Carioca Travelando >>>. Você pode fazer todas as suas reservas de vôos por aqui, ok?
Explico porque uso o Booking.com: esse site coloca a disposição milhares de hotéis por todo o mundo. Desde hotéis top de linha até os mais básicos. E dependendo do que estamos buscando num hotel (resort, um pouco de conforto, boa localização, ou apenas o melhor preço com o básico necessário).

No hotel 7 estrelas, Burj Al Arab em Dubai
Quando viajamos com as crianças, buscamos um pouco mais de infraestrutura: leia-se conforto. Afinal, verdade seja dita, por mais que eu faça um roteiro maravilhoso, são os pequenos que ditam o ritmo da viagem. Se eles não estiverem bem, eles são prioridade e um passeio é reagendado ou cancelado. Além do mais, um hotel que tenha um pouco mais de conforto, nos dá a confiabialidade de pedir ajuda em caso de alguma emergência (apesar de eu já levar uma farmacinha nas viagens, mas com crianças, não podemos arriscar – falo mais em um outro post), ou algum lanchinho/bebida que não tenha no meio da noite (importante que o hotel tenha serviço de quarto 24h). Por mais que você seja uma mãe 100% preparada, e que tenha de tudo, sempre tem alguma coisa que esquecemos e precisamos num momento de aperto fora de casa.
Já quando viajamos sem as crianças, a escolha do hotel muda completamente. Se queremos um pouco mais de conforto, escolhemos um hotel que atenda nosso desejo. Mas geralmente sem as crianças, buscamos hotéis mais básicos e muito bem localizados – afinal só paramos no quarto para tomar banho e dormir. O restante do dia estamos na rua, batendo perna, fotografando e descobrindo o lugar. Nesse caso, o mais importante é que o hotel tenha um bom chuveiro, uma cama confortável e claro: uma boa localização.

Para ter certeza de que o hotel que escolhi está bem localizado, sempre recorro ao google street view. Para quem ainda não conhece, usando o google street view, você pode ver onde está localizado um endereço, e praticamente “passear” pela rua e vizinhança. Para acessar, basta digitar o endereço completo ou nome do hotel no googlemaps.com. Veja o exemplo na imagem abaixo:

Google Maps – Street View, Copacabana Palace
O Booking.com me oferece uma opção que eu uso muito: o de reservar o hotel e só pagá-lo no momento do check-in. Em muitos sites para reservas de hotéis, no momento que você faz a reserva online, você já paga uma parte do valor total da reserva – em alguns sites você já paga até mesmo o valor total da reserva. Eu particularmente não sou fã desse modo de reserva:
  • Primeiro porque você fica com seu crédito “preso” pelo hotel (mesmo planejando seu hotel com meses de antecedência, já terá que pagar bem adiantado pelo hotel, e isso não é prático);
  • Segundo que geralmente nesse tipo de reserva, caso você precise reagendar ou cancelar, será cobrada uma taxa por isso.
No Booking.com, utilizando essa opção de “reserve agora e pague no check-in”, além de não ficar com o seu “crédito” preso com o hotel no momento da reserva, se você, por qualquer motivo precisa cancelar, você poderá fazer isso.
Mais atenção: seja no Booking.com (link aqui ao lado >>>), ou em qualquer outro site de reserva de hotéis, leia com muito cuidado todos os detalhes e condições da reserva para não ser pego de surpresa. Importante fazer seu planejamento com calma e tempo para não precisar fazer nada correndo e assim entrar numa furada.
Para escolher o hotel eu leio sempre os comentários dos hóspedes que já passaram por lá: vou no próprio Booking.com para ler as “reviews”, e também utilizo sites como TripAdvisor.com, LonelyPlanet.com e Expedia.com.
A vantagem de ler os comentários é que você sempre descobre detalhes que o site do hotel não te diz: sejam eles pontos positivos sobre o local ou negativos. Quanto mais informado você estiver sobre o local que irá se hospedar, menos surpresas desagradáveis você terá durante a sua viagem.
Eu geralmente verifico localização de pontos que quero visitar, estado das acomodações, café da manhã, wifi, transfer para o aeroporto e etc…

Ingressos, Entradas e etc
Eu faço o mesmo esquema quando preciso comprar tickets com antecedência: pesquiso bastante nos sites que mencionei acima e vejo se é preciso comprar online, com antecedência, ou se comprar no próprio local vale mais a pena.

*Por exemplo: quando fomos à Barcelona, depois de muita leitura, vi que as filas para visitar a Sagrada Família eram enormes e o melhor a fazer era comprar os ingressos online e reservar com antecedência (e o mesmo com o Burj Khalifa em Dubai). Li isso várias vezes e em diferentes sites. E pronto: comprei tudo antes. Na hora, foi um verdadeiro alívio, pois a fila para comprar o ingresso estava dando voltas no quarteirão… gigantesca! Centenas de pessoas gastando horas do seu dia na fila, enquanto eu e minha família fomos direto para a entrada. Work smart not hard…”Nada mal, hein? :)
No próximo post conto como faço a escolha de carros para alugar: onde faço as reservas, que tipo de carros, seguros, car seats, GPS, etc. E ainda sobre os sistemas de milhas de viagem (passagens áreas e hotéis).
Até lá :)

by Carla F.

Fotos by Vidal F.

Comments

  1. Erika Sampaio says

    Olha em tempos de crise este artigo é show de bola para quem deseja continuar com gostoso hábito de conhecer o mundo, boas dicas.

  2. Juliana says

    Muito obrigada pelo artigo. Depois que virei empreendedora digital me deu uma vontade maluca de virar mochileira também, antes acompanhava somente o Mude.Nu. Mas agora que descobri se blog coloquei ele nos meus favoritos.

  3. says

    Adorei a expressão gangue de quatro! rs Aqui também somos 4 e muito boas as dicas porque planejamos viajar ano que vem e irei utilizar estes sites que indicou para fazer as pesquisas de preço! Muito sucesso em seu site e abraços.

  4. Franca says

    Valeu pelas dicas. Ja escolhemos nosso proximo destino pelas suas dicas, ja reservamos os hoteis pelo booking.com (link no seu blog). Facilita tudo…
    Parabens!!!!!
    Bjs

  5. says

    Adoro quando voce fala “uma gangue de quatro”… Kkkkkkk, seus pequenos são maravilhosos… ai, ai como amo esses meninos… (Pense numa gangue especial!!!!)
    Amei o post, achei a minha cara :) e muito bom pegar mais alguns detalhes para tornar as nossas viagens bem mais planejadas do que ja são…
    Adoro suas dicas e contribuições. Show de bola Carlinha… Bjs

  6. says

    Amei o post Carlinha, achei varias dicas que nao tinha me apegado antes… Vou tomar nota aqui para na proxima viagem nao encontrarmos surpresas no nosso destino.
    Beijusss

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge